Buscar
  • institutosievers

Veja como evitar problemas emocionais com escolhas certas na vida

Atualizado: 3 de Abr de 2020

Com algumas medidas simples em nosso dia a dia é possível evitar problemas emocionais.



É possível sim ter uma vida mais saudável também mentalmente com atitudes certas.

Um dos melhores caminhos para se evitar problemas emocionais é conhecer histórico familiar e saber se há alguma doença psicológica presente em parentes próximos.


Há muitas doenças que são hereditárias e, com algumas medidas, é possível reduzir significativamente seus sintomas, seja com escolhas certas ou com tratamento preventivo junto a psicólogos.

Para entender um pouco melhor sobre os problemas emocionais que podem ser evitados, preparamos este artigo para você. Confira!


Sintomas das problemas emocionais

A depressão é uma doença complexa, que envolve um comprometimento multigênico. Porém, as chances de algum apresentar quadros depressivos é três vezes maior naqueles cujos antecedentes tiveram alguma doença depressiva.

Nos dias atuais a depressão passou a ser melhor compreendida e tratada, mas há tempos passados seus portadores sofriam muito preconceito.

Esse medo de ser repreendido pela sociedade evitava que muitos buscassem tratamento correto, e o resultado às vezes era trágico. Diferente do que ocorria nos casos de diabetes, hipertensão, entre outras doenças cujo preconceito jamais existiu.

Diante disso, torna-se mais difícil identificar antepassados que sofriam de depressão, justamente por eles jamais terem buscado tratamento ou terem um diagnóstico que comprovasse a doença.


Como evitar problemas emocionais?

Assim como a depressão, a ansiedade é outra doença que requer atenção e cuidados para que tome proporções irreversíveis. Adotando medidas preventivas, é possível inibir ou conviver perfeitamente com elas, sem que prejudiquem nosso dia a dia.


No caso da depressão ou ansiedade, uma das medidas que podem ser tomadas é procurar conhecer quais “gatilhos”, desencadeiam quadros depressivos ou de ansiedade.

Estes gatilhos são situações geralmente relacionadas ao estresse, que transformarão a condição hereditária em doença.

Por exemplo, se passarmos por longos períodos de tempo expostos a situações de estresse, a depressão poderá se manifestar, já que é um estado de falta de energia mental e física.

E isso ocorrendo, estaremos ativando um gatilho que fará esta doença surgir dentro de nós. Outros gatilhos seriam situações de conflito, perda, pressão, bullying, entre outros causados por exposição a situações críticas.

É papel do psicólogo ajudar as pessoas. Portanto, aqui segue algumas medidas para melhorar.


Medidas para melhorar nossa vida

Uma das melhores formas de evitar situações que desencadeiam doenças emocionais é a prática de atividades físicas. A prática diária de exercícios liberam substâncias importantes para o bem-estar físico e mental, como a endorfina.

São substâncias que melhoram a circulação, descansam a mente e permitem até mesmo uma melhor fixação do cálcio nos ossos. E não precisa ser nada exagerado: 30 minutos de caminhada diária já está ótimo!

O relaxamento é outra escolha certa para melhora da qualidade de vida. Para isto, a prática de atividades de relaxamento traz alívio a tensões vividas no mundo atualmente.

Outra medida bastante indicada é a meditação, que permite que possamos nos conhecer melhor internamente.

Outras escolhas positivas para nossa vida está o não-uso de substâncias como o álcool, o tabaco, e outras drogas. Estar atento aos hábitos de sono e alimentação, buscar relacionamentos afetivos saudáveis, e ter o momento certo para o lazer são medidas fundamentais para uma melhor qualidade de vida.

Como você pode ter percebido, a busca por uma melhor qualidade de vida, com a adoção de escolhas certas, pode inibir o surgimento de muitas doenças emocionais.

Porém, é fundamental que a qualquer sintoma que indique o surgimento da doença, um tratamento precoce com psicólogo pode impedir que ela tome proporções maiores.



9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo