Buscar
  • institutosievers

O Ego Divino

Ego, na definição do dicionário Houaiss, significa:o núcleo de personalidade de uma pessoa, o princípio da organização dinâmica que determina nossas vivências, atitudes e experiências em nossa vida.


Ou seja,nosso ego é o resultado de nossos aprendizados durante nossa vida, enquanto interações, diálogos e sensações, resultante do conjunto dos comportamentos humanos. Os conceitos do bem e do mal, certo e errado, manifestados na mente e nos sentimentos como ideia de vantagem-desvantagem no âmbito físico e material, são constantemente enviados para o corpo. Essa interação resulta em toda uma gama de reações positivas e negativas, o que conduz a sofrimentos físicos e emocionais humanos.


É possível atingir essa condição através da meditação. Ao meditarmos, entramos em contato com nosso ser, nossa própria vida (microcosmo) juntamente em conexão com o Universo (macrocosmo).

Ao praticar a meditação diariamente, nossa vida começa a se expressar por meio da sabedoria intuitiva, e segundo o mestre Yogananda, um dos gurus mais influentes do ocidente, com o tempo torna-se então o Ego Divino.


“Quanto mais você disciplinar a mente, mais a terá sob controle. Uma criança mimada sofre horrores, até com um pequeno ferimento; outra, espartanamente educada, mal se assusta diante de uma lesão séria. “


Em suma, e, indo ao encontro com essas duas frases de Yogananda, O Ego Divino é quando se alcança o autoconhecimento, o conhecimento pleno de sua vida, de suas características e de seu “não limite”. Alcançar o Ego Divino significa ter plenitude sobre sua vida física e espiritual em totalidade, e Yogananda nos ensina que é possível atingir essa condição no exato momento em que é praticada a meditação. O alcance do resultado será realizado ao tentar e experimentar.

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo